eleições 2016 » Minas lidera indícios de irregularidades O estado tem 10.531 (16%) dos 65.268 candidatos a prefeitos, vice ou vereador em todo o país que receberam doações financeiras consideradas suspeitas pelo Ministério Público Federal (MPF). Os indícios da "conta-suja" incluem doadores com renda formal incompatível com o valor repassado, inscritos em programas sociais do governo, integrantes de listas de desempregados, que indica falta de capacidade econômica para doar, e até pessoas oficialmente falecidas, o que seria lavagem de dinheiro. O sistema de fiscalização encontrou ainda 650 candidatos fichas-sujas em Minas, o segundo do país, atrás de São Paulo (1.424). O MPF chegou aos números por meio de cruzamento de dados de doadores e candidatos disponibilizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com informações de outros órgãos públicos, como Polícia Federal, Tribunal de Contas da União e Receita Federal. Se as investigações confirmarem as irregularidades, o registro da candidatura pode ser cancelado, assim como a diplomação dos eleitos.



Delação de Sérgio Machado será investigada Temer, Sarney, Renan e políticos do PT, PP e PSDB são citados no depoimento do ex-presidente da Transpetro. Apuração será em caráter preliminar.



ATLÉTICO E CRUZEIRO SÓ NA FINAL Os confrontos das quartas de final da Copa do Brasil, definidos em sorteio na sede da CBF, deixaram Galo e Raposa em lados distintos. Os dois times têm chance de se enfrentar apenas na decisão e repetiriam o duelo de 2014, que deu o primeiro título do torneio ao alvinegro. Na próxima quarta-feira, o Atlético recebe o Juventude no Mineirão, enquanto o Cruzeiro, que tem quatro troféus, encara o Corinthians, no Itaquerão. Os jogos de volta serão em 19 de outubro. Se avançarem às semifinais, Robinho e cia. pegam Santos ou Internacional, e a equipe celeste enfrentará Palmeiras ou Grêmio.


Aguarde, procurando programas...
D S T Q Q S S