Muito longe da solução Muito longe da solução Pampulha consumirá mais R$ 33 milhões, mas nata verde e mau cheiro devem continuar

Quem passa pelo principal cartão-postal de BH, principalmente nas imediações da Igreja São Francisco, próximo à praça de esportes da Avenida Fleming (E), já viu e sentiu os reflexos da falta de tratamento químico da lagoa, suspenso em março. Os trabalhos de melhoria da qualidade da água haviam começado em abril de 2016, com investimento de R$ 36 milhões. Durante o serviço, os cinco parâmetros de poluição recuaram e se encaixaram em categoria na qual a prática de esportes em caiaques e barcos, por exemplo, não oferecia risco. Agora, a contratação de outra empresa para continuar a limpeza está em análise na PBH e não há data para a retomada da recuperação. Um outro edital, este para obras de desassoreamento, foi publicado esta semana no Diário Oficial do Município (DOM) e estima mais R$ 33,7 milhões para intervenções na Pampulha até 2022. Foram retirados 850 mil metros cúbicos de sedimentos da lagoa na primeira etapa desse projeto, feito ao longo de um ano e concluído em outubro de 2014. (Foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)



Pedido de CPF em drogarias é investigado Ministério Público Estadual quer apurar se empresas que atuam no setor em Minas têm repassado informações pessoais de clientes a terceiros.



eleições 2018 » Debate opõe Pimentel e Anastasia A troca de farpas entre o governador Fernando Pimentel (PT) e o senador Antonio Anastasia (PSDB) marcou o primeiro debate entre candidatos ao governo de Minas Gerais. Enquanto tucano e petista trocavam acusações em geral, Marcio Lacerda (PSB), João Batista Mares Guia (Rede), Claudiney Dulim (Avante) e Dirlene Marques (PSOL) disputavam a preferência do eleitor pelo posto de terceira via.


Aguarde, procurando programas...
D S T Q Q S S