Obter posse de arma custa menos de R$ 500 Obter posse de arma custa menos de R$ 500 Dono de um dos mais antigos clubes de tiro da Grande BH, o empresário e instrutor Thomas Schröder (D) considera importante o candidato fazer cursos sobre os armamentos e não apenas provas de tiro

Cumprir as exigências legais do decreto presidencial que alterou a regulamentação do Estatuto do Desarmamento para ter o direito a uma arma de fogo em BH exige um investimento menor do que o necessário para obter a carteira nacional de habilitação (CNH). Levantamento feito pelo Estado de Minas mostra que por R$ 900, em média, é possível contratar um despachante, que vai arcar com os custos de marcar a prova prática de tiro, o exame psicológico e pagar as taxas da documentação na Polícia Federal. Sem a ajuda do despachante, o valor para obter a licença cai para pouco mais de R$ 400. No caso da CNH, o procedimento custa, em média, R$ 1,2 mil. O modelo de revólver mais barato nas lojas custa cerca de R$ 2,5 mil. Em até um mês, uma pessoa que preencha todos os requisitos do decreto presidencial conseguirá comprar legalmente uma arma de fogo, segundo despachantes ouvidos pela reportagem. A flexibilização sobre o direito à posse torna o processo mais ágil que o da obtenção da CNH, que demora em média três meses. Há cerca de um ano, o tempo necessário para conseguir os documentos exigidos para a posse de arma de fogo ia de seis a 12 meses. Desde a véspera da assinatura do decreto, a procura por informações sobre o direito a ter armas em casa ou no local de trabalho aumentou cerca de 80% nos escritórios especializados em obter a licença. (Foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)



primeiro encontro » Zema leva demandas de Minas para Bolsonaro Zema leva demandas de Minas para Bolsonaro O governador Romeu Zema (Novo) se reuniu ontem com o presidente Jair Bolsonaro (PSL) para tratar da renegociação da dívida de Minas com a União e investimentos para BRs no estado, como a 381 e a 262. O ministro da Economia, Paulo Guedes, também participou do encontro, o primeiro entre Zema e Bolsonaro desde a posse. "Estive em Brasília para tratar dos interesses de Minas que precisam de soluções imediatas", afirmou o governador em rede social. (Foto: Alan Santos/PR)



mercosul enxuto » Brasil e Argentina discutem futuro do bloco O presidente Jair Bolsonaro defendeu mudança para o bloco que reúne países sul-americanos ganhar relevância na região. A proposta foi discutida em encontro com o presidente da Argentina, Mauricio Macri, em Brasília. %u201CO propósito é construir um Mercosul enxuto, que continue a fazer sentido e ter relevância%u201D, afirmou. Além de Mercosul, eles trataram de temas de interesse entre os dois países, como acordos comerciais, de extradição e combate ao crime organizado.



Europa cria barreiras ao aço brasileiro países da união europeia seguem os passos dos estados unidos e impõem cotas e sobretaxas às importações de produtos siderúrgicos do brasil.



Preservado Preservado Restauração do Solar dos Pedrosa, em Cachoeira do Campo, faz parte das ações de Ouro Preto para marcar os 300 anos da revolta liderada por Filipe dos Santos (1680-1720). (Foto: jair Amaral/EM/D.A Press)


Aguarde, procurando programas...
D S T Q Q S S