tragédia em brumadinho » Eles sabiam

'A qualquer hora aquilo lá vai romper'

'A barragem estava condenada, não tinha mais conserto'

'Grande parte dos funcionários que lá trabalhavam sabia que a barragem tinha problemas'

'Como sempre, a Vale irá nos jogar contra a parede e perguntar: e se não passar, irá assinar ou não?'

TRECHOS DE DEPOIMENTOS DE FUNCIONÁRIOS DA VALE E DE MENSAGENS TROCADAS ENTRE CONSULTORES DA MINERADORA

JUSTIÇA MANDA PRENDER oito FUNCIONÁRIOS DA VALE, ACUSADOS DE HOMICÍDIO POR NÃO TOMAREM PROVIDÊNCIAS MESMO SABENDO DO RISCO DA BARRAGEM

A pedido do Ministério Público, o juiz Rodrigo Heleno Chaves, de Brumadinho, decretou a prisão temporária por 30 dias de oito funcionários da Vale, entre gerentes-executivos, gerentes e técnicos, acusados de homicídio qualificado de centenas de vítimas do estouro da barragem do Feijão. Também foram expedidos 14 mandados de busca e apreensão cumpridos em BH, Rio e São Paulo. O juiz se baseou em mensagens estarrecedoras trocadas por consultores da empresa alemã Tüv Süd, que atestou a estabilidade da represa, e depoimentos igualmente comprometedores de funcionários da Vale. Os trechos indicam que os acusados sabiam do risco iminente da catástrofe. Em seu despacho, o juiz afirma constatar que, diante das anomalias verificadas na barragem desde meados de 2018, aliadas à alteração drástica nos equipamentos que medem a pressão da água na estrutura em janeiro de 2019, "não havia alternativa aos funcionários da Vale senão a de acionar o Plano de Ações Emergenciais (PAEBM), com imediata evacuação da área". Até ontem, eram 166 mortos no desastre e havia 144 desaparecidos. Segundo o MP, além dos homicídios, também são investigados crimes ambientais e de falsidade ideológica. Sobre as prisões, a Vale informou que continuará colaborando com as investigações, juntamente com o apoio às famílias atingidas. (Fotos: GLADYSTON RODRIGUES/EM/D.A Press - Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)



Gerente de pousada varrida pela lama conta como saiu de lá pouco antes do desastre: 'Escapei por questão de minutos'


Aguarde, procurando programas...
D S T Q Q S S