Sengue e sarampo deixam Minas em alerta Sengue e sarampo deixam Minas em alerta Os números da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti não param de crescer. Novo levantamento da Secretaria de Estado de Saúde aponta 140.754 casos prováveis de dengue em Minas este ano, o que dá uma média de 1.268 por dia. O número de mortes confirmada pela enfermidade permaneceu em 14, mas há outras 57 em investigação. Também preocupa o número de cidades em situação de epidemia. São 248 com mais de 300 casos registrados por grupo de 100 mil habitantes desde o início do ano. Entre elas está a capital, com taxa de 817,8 por 100 mil no mesmo período. O quadro levou a prefeitura a inaugurar uma Unidade de Reposição Volêmica (D). No espaço, implantado na UPA Centro-Sul, no Bairro Santa Efigênia, pacientes mais críticos recebem hidratação venosa. Ontem, no primeiro dia de funcionamento, 21 dos 25 leitos já estavam ocupados. Por isso, já é estudada a abertura de mais três estações do tipo. Para piorar, uma enfermidade muito contagiosa, que causa sintomas parecidos com os da dengue, começa a preocupar: o sarampo. O número de casos suspeitos notificados quase dobrou em 18 dias, saltando de 36 para 67. Três deles, um em BH e dois em Contagem, deram positivo para a doença numa primeira análise e são aguardados exames complementares para confirmação ou não. Todos foram curados. (Foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)



Painel retrata a lama no muro da ferrovia da Vale Painel retrata a lama no muro da ferrovia da Vale A pintura, com 25 metros de comprimento por sete de altura, foi feita pela artista Priscila Amoni (foto) no paredão abaixo da linha férrea da Vale, por onde passam os trens carregados de minério, no Bairro Prado. Mostra mulheres se protegendo do tsunami de lama com folhas de taioba, como as que foram soterradas nas hortas do Parque da Cachoeira, em Brumadinho. // Ambientalistas alertam que 16 barragens de rejeitos sem garantia de estabilidade, cinco delas em alto risco, ameaçam a captação de Bela Fama, no Rio das Velhas, responsável por 60% da água da Grande BH e 50% da capital, sem que providências efetivas tenham sido tomadas. (Foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)


Aguarde, procurando programas...
D S T Q Q S S