Fraudadores do Enem agiram em 5 estados Quadrilha também burlava vestibulares de medicina e venderia gabaritos de 11 deles até janeiro

O esquema foi estourado e 33 pessoas acabaram presas durante o vestibular de medicina da Faculdade de Ciências Médicas de BH, domingo, como revelou o Estado de Minas ontem. Segundo investigações da Polícia Civil e Ministério Público, o grupo agiu no Enem em Minas, São Paulo, Mato Grosso, Espírito Santo e Bahia, e tinha planos para vestibulares de medicina nos três primeiros estados. Os gabaritos eram vendidos por até R$ 200 mil. Depois de prestar depoimentos, foram soltos sob fiança 22 estudantes, acusados de se beneficiar do golpe, recebendo as respostas por ponto eletrônico, por meio de pequenos receptores ou cartões com chip que funcionam como celulares. Dez acusados de integrar o bando de fraudadores tiveram a prisão em flagrante ratificada. E um policial civil, suspeito de envolvimento nas fraudes, foi detido em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce.



superesportes » Drenagem pode enlamear clássico Drenagem pode enlamear clássico Especialista diz que fibra recomendada pela Fifa e areia mais fina do que deveria sob o gramado do Mineirão dificultam o escoamento da água, que empoça, como no jogo entre Cruzeiro e Goiás (D). Se chover forte amanhã, pode haver problema para a decisão da Copa do Brasil. A Minas Arena promete solução na virada do ano, durante o recesso do futebol. (Foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)



em cultura » Skank & Corpo Skank & Corpo Dois grandes nomes da cultura mineira selaram parceria com estreia prevista para o ano que vem. A convite do Grupo Corpo, o Skank vai criar a trilha sonora de coreografia que marca a comemoração dos 40 anos da companhia de dança. (Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)



gerais » Mais dignidade na cadeia Mais dignidade na cadeia Presos contam como é a rotina em ala separada para homossexuais no Presídio de Vespasiano, na Grande BH (foto), que os deixou menos expostos a agressões e estupros. Minas é pioneira nesse tipo de experiência, que começou em 2009, em São Joaquim de Bicas, também na região metropolitana da capital. (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)



superesportes » Ingressos do Galo ainda no impasse O Cruzeiro recorreu ao Tribunal de Justiça para que os bilhetes dos alvinegros voltem a custar R$ 1 mil. O Atlético havia conseguido na Justiça reduzir para R$ 500 e diz já ter pago pelas 1.854 entradas liberadas pela PM. Mas o Cruzeiro só entrega depois de definido o preço. Por outro lado, o Galo vai insistir no STJD para ter 10% dos ingressos (cerca de 6 mil).


Aguarde, procurando programas...
D S T Q Q S S